“Corações Juntos, Laços Unidos” reúne bailarinos chineses e brasileiros no 72º aniversário da República Popular na China

Em comemoração ao 72º aniversário da República Popular da China, a Embaixada da China no Brasil e os Consulados-Gerais da China em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, organizam a Recepção Virtual “China-Brasil: Corações juntos, laços unidos”. Jovens bailarinos dos dois países interpretarão peças chinesas e brasileiras. O evento que reúne o Ballet Paraisópolis e a Academia de Danças de Beijing estreia dia 25 de setembro, às 11h, no canal da Embaixada da China no YouTube: https://www.youtube.com/c/EmbaixadadaChinanoBrasil.

A Academia de Dança de Beijing irá apresentar alguns números, como “Compartilhando o momento”, que traz elementos clássicos da China, como a dança das mangas longas e a da espada, mescladas a ritmos brasileiros.

No programa também está o ato “Dolan Meshrep” ou “Festa do Povo Dolan”, dança da etnia uigur considerada patrimônio imaterial da humanidade. Nela, batidas fortes dos tambores e trajes de cores vibrantes refletem a espontaneidade e a sagacidade de um povo caçador, generoso e alegre.

A Academia de Dança de Beijing também apresentará “Olá, Mundo!”, um samba ao som da música tema do filme “Rio”, em homenagem à cultura brasileira e à amizade sino-brasileira.

Representando o Brasil, o Ballet Paraisópolis exibe “Aquarela do Brasil”, canção que é quase um segundo hino brasileiro. O Ballet também apresenta “Que Seja Eterno”, música chinesa neoclássica e contemporânea, trazendo a figura da lua cheia para simbolizar a saudade. A coreografia mistura tai chi chuan, artes marciais e elementos do balé clássico. Para fechar a programação, “Vida em movimento” mistura canções com diferentes estilos musicais, inspirando a alegria e a potencialização da força dos bailarinos para superarem as adversidades do dia a dia.

Deixe um comentário