Rede Brasileira de Estudos da China repudia fake news

A Rede Brasileira de Estudos da China (RBChina) repudiou com veemência fake news divulgadas relativas a um membro do grupo e que sofreram ataques infundados e caluniosos devido ao seu trabalho acadêmico junto à China.

Para além das informações inverídicas, é preciso preservar a liberdade de atuação daqueles que se dedicam ao conhecimento e à interpretação da China.

Segundo o texto,

Entender a China é vital. E esta Rede vem a público defender o que há de mais elementar na produção de conhecimento: a defesa da liberdade dos seus pesquisadores, sua integridade física e moral, e seu respeito. Neste sentido, é com profunda preocupação que nos deparamos com a divulgação de “fake news” grosseiras contra nossos membros. O caso mais recente, contra o professor Evandro Menezes Carvalho, mistura xenofobia com difamação rasteira ao acusa-lo de ser um “espião” chinês. O ataque não é isolado e se insere entre muitas outras manifestações que servem para a sustentação de projetos autoritários avessos à democracia brasileira.

A íntegra segue no PDF abaixo:

12 comentários em “Rede Brasileira de Estudos da China repudia fake news”

Deixe uma resposta