Série no YouTube que discute experiência brasileira com audiovisual chinês estréia em 21 de setembro

A cineasta Milena de Moura, diretora de Canções em Pequim e fundadora da Miluspanda Produções, estreia no dia 21 de setembro, próxima segunda-feira, a série “Sombra Elétrica – Cineastas Brasileiros e suas experiências com a China” no canal de YouTube Radar China (www.youtube.com/c/radarchina). Com curadoria e mediação de Moura, e apresentação de Janaína Camara da Silveira, os encontros serão dedicados a apresentar a perspectiva de cineastas, artistas e pesquisadores brasileiros sobre o audiovisual chinês. Para isto a série apresentará lives que conectarão os universos cinematográficos chinês e brasileiro, estabelecendo um diálogo com profissionais, artistas e pesquisadores com experiência no setor. 

Esta série de diálogos dá continuidade ao curso Panorama do Audiovisual Chinês, concebido por Cecília de Melo, Milena de Moura e Victor Melão e é pensada como um espaço de intercâmbio e troca de experiências no âmbito do cinema e do audiovisual. O objetivo é criar um espaço de intercâmbio no qual cineastas, artistas e especialistas brasileiros compartilhem seus olhares e suas experiências na China, contribuindo assim para a difusão do conhecimento, tão necessário para o estabelecimento de uma cooperatação sino-brasileira no setor audiovisual e também para a compreensão pacífica e harmônica entre os povos.

O programa de abertura trará uma conversa com o diretor Marcelo Machado e a especialista em comunicação empresarial Andrea Martins. Marcelo é o diretor do documentário “A Ponte de Bambu”, que narra a história da família de Andréa, os Martins, e de sua profunda ligação com a China. Desde a década de 60, quando os Martins se mudaram pela primeira vez à Pequim, esta família brasileira vem sendo testemunha das profundas transformações que aconteceram na China. Andrea, a filha caçula da família, chegou à Pequim ainda bebê, se alfabetizou em mandarim, cursou o ensino regular chinês, foi aluna da prestigiada Universidade de Pequim e tem trabalhado ativamente na construção desta ponte de bambu, entre a China e o Brasil. Marcelo Machado se tornou amigo da família Martins através da sua esposa, Ian, e é um diretor brasileiro com vasta experiência no mercado audiovisual. Na década de 80, fez parte da histórica Olhar Eletrônico e mais recentemente, dirigiu os documentários “Tropicália” (2012), “Com a palavra Arnaldo Antunes” (2018), “O piano que conversa” (2017), dentre outras obras.

No encontro sobre o filme “A Ponte de bambu” vamos conhecer um pouco mais experiência de um cineasta brasileiro e sua relação com a China e da perspectiva de uma brasileira quepresenciou fatos marcantes da história recente deste país, se tornando parte fundamental no desenvolvimento das relações sino-brasileiras contemporâneas. 

Os primeiros episódios desta série são realizados como parte do projeto de desenvolvimento do documentário “O Empresário e a Camponesa”, dirigido por Milena de Moura Barba, premiado no Edital Proac e realizado com o apoio do governo do Estado de São Paulo. 

O canal Radar China, que estreou em janeiro deste ano, mas que integra a plataforma de mesmo nome que desde 2011 se dedica à relação sino-brasileira, acabou sendo escolhido para receber o projeto. O Radar China é capitaneado pela jornalista Janaína Camara da Silveira.

SAIBA MAIS

O que: Estreia de Sombra Elétrica – Cineastas Brasileiros e suas experiências com a China 

Quando: Segunda-feira, dia 21 de setembro

Hora: 17h

Onde: Canal Radar China no YouTube

Deixe uma resposta